Otoplastia (correção da orelha em abano)

A queixa estética mais freqüente relacionada às orelhas é a orelha de abano ou orelhas proeminentes.

A orelha de abano se caracteriza por uma atenuação do sulco antihelical (dobra interna da orelha) e/ou um aumento da concha e/ou um aumento do ângulo concho-escafal (distância entre a orelha e o crânio). Essas características fazem com que a porção lateral da orelha fique mais afastada da cabeça, se tornando mais visível, o que dá a impressão de que a orelha é maior.

A orelha de abano é a mal-formação mais comum das orelhas e pode ser uni ou bilateral. A orelha de abano tem forte componente familiar.

Qual o objetivo da otoplastia?
O objetivo principal da otoplastia é o reposicionamento da orelha, fazendo com que a face posterior da orelha se aproxime do crânio, corrigindo as imperfeições que existam, tornando a orelha menos visível quando se olha a pessoa de frente.

A cirurgia pode ser realizada a partir dos 6 anos de idade, quando a orelha já apresenta praticamente o tamanho da orelha do adulto. Essa fase coincide com o início da idade escolar, evitando, portanto, maiores alterações psicológicas relacionadas à mal-formação.

A otoplastia pode ser realizada com anestesia local, local e sedação ou anestesia geral, dependendo da idade do paciente. O período de internação é de 12 horas.

Como é o pós operatório da otoplastia?
No pós-operatório recomenda –se o uso de uma faixa elástica por um período de 4 semanas apenas para dormir, isso para proteger e manter as orelhas na nova posição. Em crianças, o uso da faixa é recomendado durante o dia também, por elas estarem mais sujeitas a traumas acidentais.

Em adultos, o retorno às atividades diárias pode ser realizado após 48 horas da cirurgia.

O resultado da otoplastia já pode ser observado imediatamente após a cirurgia, no entanto o resultado definitivo é esperado após 6 meses a 1 ano, quando a cicatrização se completa.

Embora as complicações sejam raras nesse procedimentos, podemos citar: infecção, hematoma, recidiva da orelha de abano e cicatriz hipertrófica.