Gluteoplastia de Aumento (inclusão de prótese silicone em glúteos)

Descrição:
A cirurgia tem como finalidade arredondar e dar volume à região glútea, através do uso de implante de silicone.

É recomendável a troca periódica das próteses pelo desgaste das mesmas. Pelo crescente aumento de qualidade das mesmas, estima-se que a troca deve ser realizada em cerca de 30 anos após o implante.

A prótese de glúteo é projetada para receber mais pressão (ao deitar, sentar, etc) do que uma prótese de mama. Portanto não é adequado o uso de próteses mamárias como substitutas para próteses de glúteo.

Local das Incisões:
Felizmente este tipo de cirurgia permite que a cicatriz seja disfarçada. Ela fica no sulco interglúteo (na prega natural entre as nádegas) e tem em torno de 7 centímetros.

Anestesia:
Usualmente realizada com anestesia peridural com sedação.

Como é o pós-operatório?
Inicialmente doloroso nas primeiras 48 a 72 horas, pela manipulação do músculo glúteo. Nessa fase são intensificados o uso de analgésicos e anti-inflamatórios.

É necessário um dreno de aspiração, usado por 4 a 7 dias, para evitar o acúmulo de sangue na região, o que aumenta a chance de infecção local.

Repouso, afastamento das atividades diárias e cuidados intensos em relação à limpeza do local são necessários por 15 dias.

O uso da cinta compressiva está indicado por 30 dias.

Exercícios físicos como musculação são permitidos após cerca de 60 dias.

No pós-operatório imediato o resultado é bastante evidente, embora, o definitivo é esperado com 6 meses de pós operatório.

Complicações:
As complicações mais frequentes estão relacionadas ao potencial de infecção na cicatriz pela proximidade ao ânus, portanto os cuidados locais são de extrema importância.